Logo
   

Prefeitura implanta Centro de Atenção Psicossocial

A unidade propõe acolhimento e assistência integral aos usuários, abusadores e dependentes de álcool e outras drogas

A Prefeitura de Contagem amplia a estrutura da rede de Atenção à Saúde Mental e implanta o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD). A entrega da unidade à população será na terça-feira, 24 de maio, às 18h30. O CAPS funciona à rua Monsenhor Teles, 212, bairro Alvorada, no Distrito Sede.

O objetivo é garantir atendimento mais qualificado e humanizado aos dependentes químicos, incluindo os usuários de crack. A unidade propõe acolhimento e assistência integral aos usuários, abusadores e dependentes de álcool e outras drogas, responsabilizando-se pelo cuidado intensivo para os que necessitam de atenção em permanência/dia.

O CAPS AD também propõe cuidado semi-intensivo para os que demandam atenção freqüente, mas não necessariamente todos os dias, e cuidado não intensivo para aqueles que apresentam certa autonomia. A unidade ainda é responsável pela articulação que visa o desenvolvimento de ações de prevenção ao uso de álcool e outras drogas, de promoção da saúde e da qualidade de vida dos usuários e de seus familiares.

Com estrutura moderna, o CAPS AD possui espaços mais adequados e confortáveis para melhorar o modelo assistencial em saúde mental prestado aos usuários. A implantação da unidade propõe uma nova lógica para a abordagem do uso abusivo das drogas.

Para o coordenador de Saúde Mental de Contagem, Wellington Ribeiro, a inauguração do CAPS AD "é um marco no município, visto que as ações que tratam da questão das drogas em suas diversas esferas governamentais passam, obrigatoriamente, pela atenção integral à saúde dos usuários e familiares".

O atendimento é feito por equipe multidisciplinar, composta por psicólogo, psiquiatra, médico clínico, terapeuta ocupacional, farmacêutico, enfermeiro e assistente social. Os profissionais atenderão as demandas dos usuários e seus familiares, visto que o impacto das drogas não atinge apenas o usuário, mas todo núcleo sócio-familiar.

O acesso ao serviço será por meio de encaminhamentos oriundos das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) ou pela demanda direta do usuário e seus familiares. O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) abre de segunda a sexta-feira e feriados, das 7 às 19 horas.


Entenda o trabalho do CAPS
Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são serviços de saúde abertos e comunitários do SUS, locais de referência e tratamento para pessoas que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves e persistentes e demais quadros que justifiquem sua permanência em um dispositivo de atenção diária, personalizado e promotor da vida.
Com equipe multidisciplinar - composta por psicólogos, psiquiatras, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais e terapeutas ocupacionais - o CAPS oferece diversas atividades terapêuticas: psicoterapia individual, oficinas terapêuticas, acompanhamento psiquiátrico, visitas domiciliares, atividades de orientação e inclusão das famílias e atividades comunitárias.
As necessidades de cada usuário e os projetos terapêuticos, compreendendo as modalidades de atendimento citadas e os tempos de permanência no serviço, são decididas pela equipe, em contato com as famílias também, e igualmente as mudanças neste projeto segundo as evoluções de cada usuário.
Como serviços de saúde mental, atendem pessoas com transtornos mentais severos e persistentes, como psicoses e neuroses graves, buscando amenizar e tratar as crises para que estas pessoas possam recuperar sua autonomia e se reinserir nas atividades cotidianas. Por possibilitar que seus usuários voltem para casa todos os dias, os CAPS evitam a quebra nos laços familiares e sociais, fator muito comum em internações de longa duração.


Saúde Mental em Contagem

A rede de Saúde Mental de Contagem está estruturada com equipes de saúde mental em algumas unidades básicas de saúde e de referência. Atualmente, a rede possui um CAPS II Adulto, funcionando 12 horas/dia, e, um CAPS Infantil, funcionando das 8 às 17 horas. Além disso, duas residências terapêuticas, contando com uma retaguarda das urgências.

 

 

   

FONTE: Secretaria de Saúde

PUBLICAÇÃO: 18/05/2011 11:42:31