Logo
   

Data é lebrada na abertura do Jubileu de Nossa Senhora das Dores

A próxima sexta-feira, dia 15 de abril, feriado municipal, será dedicada à celebração do 205º Jubileu de Nossa Senhora das Dores da Paróquia São Gonçalo. A programação prevê celebração da Eucaristia à meia noite de quinta-feira e abertura da vigília da misericórdia, que vai até às 5h, quando acontece a celebração da eucaristia penitencial. As atividades se estenderão até as 19h30, quando será celebrada missa seguida de procissão luminosa.

O jubileu encerra a Semana de Dores, iniciada no dia 8 de abril com solenidade que incluiu a celebração de missa após o Momento Cívico referente à comemoração dos 100 anos de emancipação política de Contagem, que contou com a presença de Marília Campos. Na procissão de bandeiras, a prefeita levou até o altar a bandeira do município, ao som do hino de Contagem. O pavilhão ficou ao lado das bandeiras da Arquidiocese de Belo Horizonte, do Brasil e de Minas Gerais, entronizadas na igreja pelas mãos de uma irmã de caridade, do presidente da Câmara, vereador Irineu Inácio da Silva e da artista plástica Leir Barbosa, reapresentando o marido, o deputado Durval Ângelo.

Padre Célio Domingos Xavier, ao mencionar os 100 anos de Contagem, reforçou a necessidade de celebrar bem a data, dando àquele instante um rosto mais fraterno e mais justo, um rosto profético. Ao destacar o tema do jubileu - "Minha mãe e meus irmãos são estes: os que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática" - pediu a Deus uma bênção especial para o município, que abençoe a prefeita em sua tarefa de construir um reino de justiça sustentado pela dignidade humana.

A prefeita Marília Campos, as demais autoridades e os fiéis presentes à celebração eucarística puderam acompanhar também uma encenação de texto bíblico, referente à primeira dor de Nossa Senhora (Maria acolhe com fé a profecia de Simeão - Lc 2,33ss). "Neste momento temos a certeza de que Justiça e Misericórdia andam juntas, que o amor está acima de tudo, o amor à vida. Não se pode deixar morrer a esperança. É preciso celebrar a cada dia a renovação da vida", comentou Padre Célio

 

   

FONTE: Gabinete da Prefeita

PUBLICAÇÃO: 12/04/2011 15:06:25